HOME REVIEWS GARUDA'S DOJO SESSÃO NOSTALGIA OUTROS

MARILYN MANSON BORN VILLIAN - ANÁLISE


FINALMENTE MANSON ESTÁ RETORNANDO SUAS ORIGENS.

MESMO SENDO FÃ DE CARTEIRINHA DO MANSON, EU NÃO ESTAVA LEVANDO MUITA FÉ NESSE SEU NOVO TRABALHO, PELO CONTRÁRIO, JÁ ESTAVA CONTANDO QUE BORN VILLIAN FARIA PARTE DA TRILOGIA EXPERIMENTAL E ROMÂNTICA COMO OS DOIS ÁLBUNS ANTERIORES, PARA A MINHA SORTE, BORN VILLIAN ESTÁ LONGE DE SER COMPARADO COM EAT ME, DRINK ME E THE HIGH END OF LOW,
EM BORN VILLIAN, MANSON E SUA TURMA DEMONSTRAM ESTAR DISPOSTOS A VOLTAR AOS BONS TEMPOS, RESGATANDO MUITOS ELEMENTOS DA TRILOGIA ANTICHRIST SUPERSTAR, MECHANICAL ANIMALS E HOLY WOOD, CONSIDERADO POR MUITOS OS MELHORES ÁLBUNS DE MANSON ( INCLUSIVE POR MIM ) PORÉM, AO MESMO TEMPO QUE MANSON E SUA GANGUE TENTAM REGREDIR AOS ANOS DOURADOS DO GROTESCO, ELES, AINDA DEMONSTRAM ESTAREM UM POUCO PRESOS AOS SEUS DOIS TRABALHOS ANTERIORES, ASSIM, FAZENDO COM QUE O RETORNO DELES NÃO SEJA COM FORÇA TOTAL, PORÉM NÃO CHEGA NEM PERTO DE SER ROTULADO COMO FRACO OU MEDIANO.
O ÁLBUM JÁ COMEÇA MUITO BEM COM A COM A "HEY, CRUEL WORLD" QUE É UMA DAS MELHORES E MAIS PESADAS FAIXAS DO ÁLBUM, NO DECORRER DAS FAIXAS, TEMOS "NO REFLECTION", QUE É PRIMEIRO SINGLE DO ÁLBUM, É UMA DAS MÚSICAS QUE MAIS ME CHAMOU A ATENÇÃO NO ÁLBUM, PRINCIPALMENTE PELO TOQUE E O REFRÃO. 
O VIDEOCLIPE FOI MUITO BEM FEITO, COM CERTEZA FOI O MELHOR CLIPE DO MANSON DESDE A FASE DO EAT ME, DRINK ME ATÉ O THE HIGH END OF LOW. 
UMA DAS COISAS QUE MAIS ME CHAMOU A ATENÇÃO DO VÍDEO FOI O FATO DO MANSON ESTAR DE CARA LIMPA. ISSO MESMO ! SEM NENHUMA MAQUIAGEM BRANCA LÁPIS, BATOM, FIGURINO ANDRÓGENO OU PINTURAS NO ROSTO. POSSO ATÉ DIZER QUE ESTA MAIS PARA MARILYN MANSON TRASVESTIDO DE BRIAN HUGH WARNER.


            


  "PISTOL WHIPPED"  CONTA UM REFRÃO PODEROSO E OBSCENO ( YOU'RE A LITTLE PISTOL AND I'M A FUCKING PISTOL WHIPPED ) QUE, CASA PERFEITAMENTE COM AS GUITARRAS DISTORCIDAS.  "OVERNEATH THE PATH OF MISERY" LEMBRA MUITO OS BONS TEMPOS DO ANTICHRIST SUPERSTAR.
JÁ "SLO MO TION ACABA QUEBRANDO TODO O CLIMA DAS MÚSICAS ANTERIORES E NOS LEVANDO DE VOLTA PARA O EXPERIMENTAL THE HIGH END OF LOW. A MÚSICA EM SI É MUITO BOA, COM UM ÓTIMO DESTAQUE PARA BAIXO, PORÉM NA MINHA OPINIÃO ELA MEIO QUE QUEBRA O CLIMA DAS QUATRO PRIMEIRAS  MOSTRANDO QUE AINDA SOBROU VESTÍGIOS DO EAT ME, DRINK ME E THE HIGH END OF LOW EM BORN VILLIAN.
THE GARDENER É UMA MÚSICA BEM BALADINHA AONDE MANSON APENAS RECITA A MÚSICA, PORÉM, GANHA MUITA FORÇA NO SEU REFRÃO QUE É MAIS OU MENOS ASSIM  I'M NOT MAN ENOUGH TO BE A HUMAN, BUT I'M TRYING TO FIT IN AND I'M LEARNED TO FAKE IT " QUE PARA O PORTUGUÊS SÓ TORNA "EU NÃO SOU HOMEM O BASTANTE PARA SER HUMANO, MAS ESTOU TENTANDO E ME ADAPTAR E APRENDER A FINGIR" UM REFRÃO DIGAMOS UM TANTO QUANTO IMPOSSÍVEL DE NÃO CHAMAR A ATENÇÃO DE QUEM OUVE.
"THE FLOWERS OF EVIL", "CHILDREN OF CAIN", "DISENGAGED" E LAY DOWN YOUR GODDAMN ARMS TRÁS DE VOLTA OS BONS TEMPOS DO HOLY WOOD E ANTICHRIST SUPERSTAR, SÃO ÓTIMAS. "THE FLOWERS OF EVIL" É UMA DAS FAIXAS QUE MAIS ME AGRADOU DO ÁLBUM, ENQUANTO "DISENGAGED" ME LEMBROU UM POUCO "ARE YOU THE RABBIT ?" TANTO PELOS TOQUES QUANTO PELO ESTILO DE MANSON CANTAR.
"MURDERERS ARE GETTING PRETIER EVERY DAY" É UMA PANCADARIA SÓ ! NEM DÁ PRA ACREDITAR QUE AQUELA BATERIA DESTRUIDORA E AQUELE SOLO DE GUITARRA FODÁSTICO ( DESCULPEM O LINGUAJAR ) VEM DE UM ÁLBUM DO MARILYN MANSON. NA MINHA OPINIÃO É A MÚSICA QUE MAIS SE DESTACOU DO ÁLBUM TANTO PELO SOLO DE GUITARRA QUANTO PELA ATUAÇÃO ESPETACULAR DE MANSON NESSA FAIXA
"BORN VILLIAN" ME LEMBRA UM POUCO "MAN THAT YOU FEAR" COM A "EAT ME, DRINK ME" TEM UM ÓTIMO TOQUE DE GUITARRA. NA MINHA OPINIÃO É A FAIXA MAIS FRAQUINHA DO ÁLBUM.
" BREAKING THE SAME OLD GROUND " TEM UMA CAIXINHA DE MÚSICA TOCANDO DE FUNDO, E TODA HORA PODEMOS OUVIR ALGUÉM DANDO CORDA ENQUANTO A BANDA TOCA, SIMPLESMENTE GENIAL. COM CERTEZA FOI A ESCOLHA PERFEITA PARA FECHAR O ÁLBUM.
E POR FIM TEMOS A FAIXA BÔNUS " YOU' RE SO VAIN" QUE É UM COVER DA CARLY SIMON'S ( QUE POR SINAL É UMA DAS MINHAS CANTORAS FAVORITAS ) COM O JOHNNY DEPP NA GUITARRA REALMENTE ME IMPRESSIONOU, PROVANDO MAIS UMA VEZ QUE QUANDO SE TRATA DE COVERS, MANSON NUNCA A DESEJAR. JÁ A PARTICIPAÇÃO DE JOHNNY DEPP NAS GUITARRAS, SÓ POSSO DIZER QUE ELE TOCA BEM, MAS, NA MINHA OPINIÃO ELE ESTAR OU NÃO TOCANDO NESSA FAIXA NÃO FEZ DIFERENÇA ALGUMA, ASSIM TORNANDO A SUA PARTICIPAÇÃO EM "YOU' RE SO VAIN" INDIFERENTE E DESCARTÁVEL.


A ÚNICA COISA QUE ACABOU ESTRAGANDO O ÁLBUM, FOI O MATERIAL EM SI. O CD É DAQUELES COM CAPA DIGIPAK DE PAPELÃO, PARECE AQUELES CDS DO AC/DC QUE VENDEM A R$ 9,99 NAS LOJAS AMERICANAS, MAS, OS DO AC/ DC DE R$ 9,99 AINDA CONSEGUEM SER MAIS DECENTES DO QUE O BORN VILLIAN



 O CONTEÚDO DELE É SÓ O CD E PRONTO, NEM UM ENCARTE SEQUER POSSUI.
DEPOIS A INDÚSTRIA DA MÚSICA AINDA TEM A CARA DE PAU DE RECLAMAR DA PIRATARIA, QUALQUER UM EM SÃ CONSCIÊNCIA IRIA PREFERIR COMPRAR OU BAIXAR O PIRATINHA DO MESMO, DO QUE TER QUE PAGAR 35 REAIS EM UM ÁLBUM FULEIRO DE PAPELÃO QUE NEM SEQUER POSSUI UM ENCARTE. AINDA MAIS PARA UM TÃO BOM QUANTO ESSE.




BORN VILLIAN CERTAMENTE É UM ÓTIMO ÁLBUM, NÃO SÓ ME SURPREENDEU BASTANTE COMO TAMBÉM SUPEROU AS MINHAS EXPECTATIVAS, TWIGGY RAMIREZ ESTAVA REALMENTE CERTO QUANDO DISSE QUE O ÁLBUM SERIA UM DOS MELHORES DO BANDA.
A ÚNICA COISA QUE POSSO DIZER É QUE AS MINHAS EXPECTATIVAS PARA O PRÓXIMO ÁLBUM AUMENTARAM BASTANTE, APÓS OUVIR O BORN VILLIAN. APOSTO QUE O PRÓXIMO ÁLBUM CERTAMENTE IRÁ CHEGAR NO MESMO NÍVEL DE EXCELÊNCIA  DA TRILOGIA CLÁSSICA DO MANSON, DEIXANDO DE LADO TODO O ROMANTISMO E DEPRESSÃO DO EAT ME, DRINK ME E THE HIGH END OF LOW.
EU SÓ NÃO DIGO QUE VALE A PENA COMPRÁ-LO AGORA SE VOCÊ NÃO FOR FÃ DE CARTEIRINHA DO MANSON, PORQUE O MATERIAL FÍSICO NÃO VALE O PREÇO, MESMO SENDO UM LANÇAMENTO.

               


MINHAS FAIXAS FAVORITAS : NO REFLECTION, MURDERERS ARE GETTING PRETIER EVERY DAY, THE FLOWERS OF THE EVIL E PISTOL WHIPPED.

Continue lendo